Arte Negra: curso e seminário no MAC Niterói – 15, 16 e 17 de agosto

O MAC Niterói e o IPEAFRO realizam o seminário Negra Presença: Arte, Política, Estética e Curadoria, com curadoria de Raquel Barreto, e encerrará a programação da exposição Abdias Nascimento: um espírito libertador em cartaz no museu.

O seminário se realiza nos dias 15, 16 e 17 de agosto (qui, sex e sáb) a partir das 13h, no MAC Niterói e contará com conferências e mesas de debate, com a presença de pesquisadores, artistas e curadores, como Kabengele Munanga e Muniz Sodré, entre outros.

Paralelamente ao seminário, será realizado o curso História da Arte Afro-Brasileira – séculos XIX-XXI, nos três dias pela manhã também no MAC Niterói. O curso tem vagas limitadas, emissão de certificado e as inscrições prévias deverão ser realizadas através do link: https://forms.gle/JAzx1WqMMjF32Cyc9

O IPEAFRO apresentará duas publicações lançadas em 2019. O livro O Tradição dos Orixás, uma co-edição com a Mar de Ideias, cujos autores estarão presentes no dia 17, a partir das 15h30. A nova edição do livro O Quilombismo, de Abdias Nascimento, tem prefácio do conferencista do seminário, professor Kabengele Munanga.

PROGRAMAÇÃO

15.08 – quinta-feira
09h – As origens da produção artística visual afro-brasileira,  com o professor Helio Menezes
13h30 – Abertura
13h50 – Intervenção poética por Milsoul Santos. Texto: Padê de Exu libertador, de Abdias Nascimento
14h – Conferência – Abdias Nascimento: arte, política e ancestralidade africana, com Kabengele Munanga
16h – Mesa de debate – Incursões negras sobre estética, política e arte, com Carmen Luz, Filó e Haroldo Costa. Mediação: Julio Cesar Tavares

16.08 – Sexta-feira
09h – Arte afro-brasileira de 1950 a 1980, com Roberta Alleixo
13h50 – Intervenção poética por Milsoul Santos. Texto: Um poema para os corações negros, de Amiri Baraka
14h – Conferência – Emory Douglas: arte e ativismo no Partido dos Panteras Negras, com Raquel Barreto
16h – Mesa de debate – A presença negra na curadoria: desafios e perspectivas, com Helio Menezes e Marcelo Campos. Mediação: Thais Rocha
18h – Performance – Labirinto de luzes, com Reginald Adams

17.08 – Sábado
09h – A arte contemporânea negra no Brasil, com Mariana Maia
13h50 – Intervenção poética por Milsoul Santos. Texto: Boca Preta, de Milsoul Santos
14h – Conferência – Corpo e Dança na cultura nagô, com Muniz Sodré
16h – Roda de conversa – Arte e artistas negras na contemporaneidade. Mediação: Keyna Eleison. Com participação de: Coletiva Trovoa, Coletivo Rato Preto, Mariah Rafaela, Milena Lizia e outras.